Dia Mundial da Saúde





Ele foi criado em 7 de abril de 1948, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), por causa de alguns fatores. Entre eles:


•A preocupação em manter a saúde de todas as pessoas em qualquer parte do mundo.

•Alertar a população sobre os principais problemas que podem atingi-la.

E isso porque:

•Todo cidadão tem direito à saúde

•O Estado tem obrigação de promover saúde para a população.

A Organização Mundial de Saúde define saúde como:


“Ter saúde é garantir a condição de bem estar das pessoas, envolvendo os aspectos físicos, mentais e sociais das mesmas, em harmonia.”


A saúde pública deve ser levada a sério pelos governantes de todos os municípios, estados e governo federal.

Algumas coisas que os governantes devem fazer para garantir a SAÚDE na vida da população:


•Informar a população no que diz respeito à higiene, doenças, lixões, aterros sanitários, etc.

•Saneamento básico

•Água tratada

•Redes de esgotos devidamente encanadas.

•Campanhas de vacinação.


Algumas coisas que devemos fazer (por nós mesmos) para manter a nossa saúde em dia:


•Fazer atividades físicas regularmente.

•Buscar informações sobre a manutenção da saúde.

•Nos alimentarmos de forma saudável.

•Ir ao dentista/médico regularmente.



FOTO: símbolo da medicina. Seu uso está aplicado corretamente na bandeira da OMS – Organização Mundial de Saúde.


 Fonte:http://www.blogdajulieta.com.b/






    
PROJETO ALIMENTAÇÃO, HIGIENE E SÁUDE

Justificativa:


A escola é um espaço educativo e formador, além de alfabetizar e repassar informações ela também tem como objetivo formar cidadãos capazes de viver nesta sociedade repleta de novas tecnologias e consumismo exagerado. Então, uma das metas a serem atingidas pela escola é a formação de valores e hábitos e entre eles está à consolidação dos hábitos de higiene e alimentação a qual deveria já vir formada pela família e que muitas vezes isto não acontece. Cabendo a escola, introduzir e firmar estes hábitos sendo que, para isto é preciso começar pela própria alimentação oferecida aos alunos no horário do lanche, a qual deve permitir a ele o contato com uma alimentação diversificada e saudável.

O professor deve manter o aluno em contato com informações, de preferência de forma lúdica, sobre os alimentos, a higiene com o corpo e com o ambiente, também orientar os alunos sobre o exagero que a mídia transmite através de propagandas, desenhos e programas de televisão para aumentar o consumo de muitos alimentos que não são saudáveis e podem prejudicar a saúde.

Objetivo Geral:


Promover o consumo de alimentos saudáveis, manter hábitos de higiene e a consciência de sua contribuição para a promoção da saúde de uma forma atraente, lúdica e educativa.


Público:

Este projeto é destinado ao 1º ano do Ensino Fundamental de 9 anos, também pode ser adaptado para a Educação Infantil (EI – 6).



Duração:


Ele pode ser desenvolvido em 30 dias ou mais, depende do tempo que o professor deseja dispensar aos conteúdos trabalhados,



Objetivos Específicos:


*Identificar e criar o hábito de uma boa alimentação;

*Identificar e investigar o valor nutritivo das frutas, legumes, verduras, carnes, cereais, leite e seus derivados;

*Identificar os cuidados com a higiene pessoal e dos objetos na preparação dos alimentos e ao sentar à mesa para as refeições;

*Identificar e manter os horários para fazer as refeições, valorizando os momentos reservados a elas;

*Identificar e criar o hábito de uma boa higiene e cuidados com o corpo para ser saudável;

*Desenvolver independência para manter sua higiene pessoal;

*Refletir sobre as suas ações diárias em relação a sua saúde, o que engloba cuidado e preservação com o meio ambiente e com a higiene;

*Conscientização dos órgãos dos sentidos e suas utilidades para a vida diária; *Identificar a necessidade de contribuir para manter seu ambiente familiar e escolar organizado e limpo para que todos tenham saúde, valorizando as atitudes relacionadas à saúde e ao bem estar individual e coletivo;

*Adquirir conhecimentos das Ciências Naturais, sobre as plantas, vegetais, vacinas, doenças, a importância da água, da chuva e do sol para os seres vivos;

*Pesquisar e registrar sobre os hábitos alimentares da família e do seu grupo, identificando e utilizando gráficos;

*Identificar a moeda brasileira, conhecendo o sistema monetário;

*Identificar as cores;

*Desenvolver psicomotricidade;

*Desenvolver a criatividade;

*Desenvolver o raciocínio lógico e conhecimento matemático, aliando-o à sua vida diária;

*Estimular o desenvolvimento da linguagem oral;

*Estimular o gosto e o hábito pela leitura e escrita;

*Memorizar e aprender através do lúdico;

*Desenvolver a expressão artística;



CONTEÚDOS E ÁREAS DE CONHECIMENTOS:



Linguagem escrita e oral:


*Linguagem oral;

*Reflexão sobre a linguagem oral e escrita;

*Contato com vários estilos de textos;

*Reconto de textos literários;

*Pseudoleituras;

*Reconhecimento das letras do alfabeto;

*Diferenciação entre letra, sílaba, palavra, frase e texto;

*Escrita espontânea;

*Escrita de textos pelo professor, produção de texto coletiva;

*Apreciação da leitura;

*Aquisição do processo de leitura e escrita;


Conhecimento matemático:


*Sistema de numeração, (traçado, noção de quantidade, sequência numérica);

*Semelhança/diferença, pertinência/correspondência um a um;

*Sistema monetário;

*Situações problemas envolvendo noções de adição, subtração e divisão; *Classificação e seriação;

*Agrupamento;

*Operações simples (adição, subtração e divisão);

*Grandezas de medidas não convencionais e convencionais;

*Noção de tempo, (horas);


Artes:


*Músicas, cantigas, parlendas,

*Artes plásticas: pintura, modelagem, recorte e colagem com material diverso, desenho livre e dirigido;


Ciências Naturais e Sociais:


*Meio ambiente;

*Seres vivos e suas necessidades;

*Corpo e higiene;

*Órgãos dos sentidos;

*Alimentação e saúde;

*Vegetais;

*A importância da preservação da água e dos recursos naturais;

*Nutrição e desnutrição;

*Hábitos de alimentação e higiene durante a história;

*Regras e princípios sociais;



Corpo e Movimento:


*Descoberta do corpo;

*Motricidade;

*Expressão corporal;

*Movimento;


•Recursos:

Livros de literatura infantil;

Revistas;

Textos diversos;

Aparelho de TV, DVD e filmes;

Rádio e CDs;

Tintas, pincel. massa de modelagem, papéis diversos, cola, tesoura;

Material escrito para recorte; (encarte de super-mercado ,farmácia, lojas, revistas jornal e outros);

Fantoches;

Jogos;

Alimentos para degustação;

Material diverso para trabalhar com os órgãos dos sentidos;


•Procedimentos:


Contato com diversos tipos de textos referentes ao tema como: poemas, textos informativos, parlendas, advinhas, quadrinhas e histórias;

•Confeccionar álbum dos alimentos;

Confeccionar cartazes sobre os alimentos saudáveis e os prejudiciais á saúde;

Confeccionar cartazes sobre os horários das refeições;

Na rodinha trabalhar sobre o respeito á mesa e como comer corretamente.

Fazer pesquisas sobre os hábitos alimentares da família;

Cruzadinhas, labirintos e caça-palavras;

Contação de histórias com fantoches;

Jogo da memória das frutas;

Bingo das frutas;

Bingo de rótulos;

Atividades de classificação com rótulos de alimentos, material de higiene e limpeza;

Atividades de escrita, letra inicial, final, quantas letras, sílabas. (consciência fonológica);

Atividades de escrita de pequenos textos pelos alunos, (orientação da escrita na linha, margem, pontuação e outros); professor escriba;

Leitura pelos alunos de pequenos textos conhecidos e decorados (quadrinhas, parlendas e poemas);

Atividades com as letras do alfabeto e números;

Sequência numérica e de quantidade;

Atividades com identificação das horas;

Atividades para trabalhar com os órgãos dos sentidos;

Atividades com tintas, modelagem, recorte e colagem, dobraduras;

Atividades de mercadinho, utilizando dinheiro de brincadeira. (compra e venda);

Passeio ao mercado e sacolão local;

Relatório oral e através de desenhos sobre as visitas;

Brincadeiras cantadas e de movimento no pátio.



Avaliação:

A avaliação será realizada durante todo o decorrer do projeto através de observações, anotações pela professora, pelas conversas e questionamentos na hora da rodinha será possível verificar se houve êxito nos objetivos e também através da resolução das atividades propostas.



SUGESTÃO PARA MATERIAL DE APOIO


Literatura infantil e livros pedagógicos:


O Sanduíche da Maricota - Avelino Guedes – Editora - Moderna

A Galinha Ruiva – Editora FTD.

Coleção Baú do Professor – Histórias e oficinas pedagógicas: histórias com projetos abrangendo várias áreas de conhecimento

Coleção A Nova Pré- Escola – projetos diários – Marisa Barreto – Editora Bolsa Nacional do Livro

Escovão e o Porcalhão – Ely Barbosa – Editora FTD

Coleção Cuidando do Corpo – Educação Infantil – Editora FAPI

Coleção Fantasia dos Dentinhos – Patrícia Amorim – Edições Sabida

Jogos, projetos e oficinas para Educação Infantil – Marília Centurión e outros – Editora FTD.

Educação Física Infantil – motricidade de 1 a 6 anos – Profª Catalina G. Rodriguez- Editora Porte

Alguns episódios dos DVD da Turma Coricocó, também trata do Tema Alimentação e Saúde.


Projeto elaborado por Zélia em abril de 2009.






http://brincandocomcores.blogspot.com/






DICAS DE SAÚDE


HÁBITOS SAUDÁVEIS PARA CRIANÇAS SAUDÁVEIS




No Brasil e no resto do mundo está ocorrendo um aumento da obesidade, o que é muito preocupante! A obesidade pode causar várias doenças graves, como diabetes e doenças do coração, comprometendo a qualidade de vida e, portanto, deve ser tratada.


Uma pessoa pode ser obesa ou ter excesso de peso porque:


1. come exageradamente e/ou;


2. gasta poucas calorias e/ou;


3. tem mais facilidade de produzir gordura quando o balanço calórico é positivo; e/ou


4. "queima" gorduras com menor facilidade

 
Se o seu filho está com excesso de peso, você poderá ajudá-lo procurando um Nutricionista ou profissional da saúde habilitado, que irá orientar sobre como controlar o peso adotando hábitos alimentares saudáveis.
 
A adoção de uma alimentação saudável e a prática regular de atividade física podem prevenir e controlar a obesidade em crianças, possibilitando que elas cresçam e se desenvolvam, tornando-se adultos saudáveis.



A participação dos pais na prevenção e no tratamento da obesidade é fundamental, pois eles podem ajudar seus filhos a cumprirem os objetivos que levam a uma melhoria da saúde e também contribuírem para uma melhoria da qualidade de vida de toda a família.


Neste livreto, vamos explicar os princípios para uma alimentação saudável, prevenindo etratando a obesidade, por meio do controle do peso

 
NÃO PRECISA TER PRESSA!  



Crianças e adolescentes param de crescer (ganhar altura) quando são submetidos a dietas hipocalóricas (baixas em calorias). Desta forma, vamos esquecer a pressa, pois este comportamento só irá trazer frustração e sentimento de fracasso, além de alguns problemas de saúde. Mais do que perder peso rapidamente, as crianças e os adolescentes devem aprender a lidar com os alimentos de modo a poderem fazer escolhas alimentares corretas, estando os mesmos em casa, no cinema, na escola, sozinhos ou acompanhados dos pais ou da turma.


Crianças e adolescentes não devem perder peso drasticamente, pois estão em fase de crescimento e a restrição alimentar nesta fase pode provocar problemas de saúde!


Além disso, é sempre importante lembrar que por estarem em crescimento, as crianças e adolescentes são muito mais sensíveis a dietas que limitam muito os alimentos, pois estas dietas podem ser deficientes em vários nutrientes, fornecendo energia insuficiente para o seu desenvolvimento adequado.




Como a família pode participar?


1) Respeitando os horários das refeições: as refeições em família reforçam os bonshábitos alimentares. É mais fácil comer alimentos saudáveis num ambiente agradável e estimulador. Portanto, procure fazer pelo menos uma refeição com toda a família reunida;



2) evitando "beliscar" entre as refeições: o consumo de bolachinhas recheadas, chocolates e guloseimas facilita o consumo excessivo de alimentos;


3) calma e tranqüilidade à mesa: quanto mais rápido comermos, mais difícil será perceber a hora certa de parar de ingerir alimentos;


4) "Na hora de comer, comer!" Outras atividades como assistir à televisão, estudar ou usar o computador comendo podem fazer com que as pessoas comam em excesso, perdendo a noção da quantidade de alimentos que ingerem;


5) Estimulando a atividade física: qualquer atividade física como brincar, correr, nadar pode auxiliar a "queimar" as calorias. Além de serem práticas importantes para o desenvolvimento psicomotor da criança e do adolescente.


Para ajudar a mudança positiva do comportamento alimentar fizemos uma lista de atitudes que podem facilitar este processo. Por isso, leia atentamente esta lista e comece a seguir as tarefas nela descritas.




Estratégias para modificação de estilo de vida


• ingerir 8 copos de líquidos por dia;


• ingerir sucos, chás, refrigerantes, outras bebidas somente após as refeições;

• acrescentar diariamente 1 porção de cereais integrais: aveia, pão integral, arroz integral, macarrão integral;

• ingerir somente 1 doce por dia (se você não consegue ficar sem eles);

• comendo fora: preferir pratos sem frituras, sem creme de leite e sem queijos, bacon e que apresentem alimentos variados;

• ter prazer ao comer novos alimentos.


Eliminação de Hábitos Relativos a Alimentação

• coma somente sentado em um determinado ambiente, preferencialmente na cozinha ou na sala de jantar;

• deixe a mesa assim que tenha terminado a refeição;

• não combine a alimentação com outras atividades como ler ou assistir à televisão;

• fora do horário das refeições, mantenha os alimentos guardados em potes onde não possam ser vistos;

• planeje refeições e lanches;

• peça a outras pessoas que monitorem seu padrão de alimentação.


Comportamentos para prolongar o ato de comer

• coma devagar e saboreie bem os alimentos;


• deposite o garfo à mesa entre cada garfada;

• coloque pequena quantidade de alimentos no garfo a cada vez que for comer;

• retarde a ingestão de um lanche por 10 minutos;

• sirva alimentos em prato de tamanho normal e calcule apenas uma porção para cada pessoa.
Dieta Saudável        


Cada pessoa tem necessidades diferentes e deve ter uma alimentação saudável de acordo com a sua idade, o sexo, o nível de atividade física do indivíduo.

A variação dos alimentos é essencial para que a alimentação saudável contenha todos os nutrientes necessários na quantidade recomendada.

Os hábitos, gostos individuais e a situação sócio-econômica devem ser considerados na escolha dos alimentos e forma de preparo.

O que é dieta?

Dieta é uma palavra associada quase sempre à privação e sofrimento, pois, quando "estamos em dieta", além de passar fome o tempo todo somos proibidos de comer o que gostamos. Esta palavra na verdade significa: aquilo que as pessoas comem. Assim, quando dizemos dieta balanceada queremos, na verdade, dizer:

Coma todos os tipos de alimentos com equilíbrio!


Como fazer para conseguir ter uma dieta equilibrada?


Para uma alimentação equilibrada é necessário que, em cada refeição, seja incluído alimentos variados. As combinações que podem ser feitas são infinitas: dependem da criatividade de cada um, do hábito alimentar da família e da vontade que pode pintar no momento. Uma bela apresentação dos pratos, a arrumação caprichada da mesa e a companhia de pessoas queridas podem estimular ainda mais o apetite!

Vale a pena testar novos pratos e combinações que sejam saudáveis!

 
Você quer conhecer um exemplo de cardápio?






Café da manhã:

• Leite com chocolate

• Pão com geléia

• Mexerica


Almoço:

• Arroz

• Feijão

• Filé de frango grelhado

• Couve-flor gratinada

• Salada de rúcula

• Sobremesa: salada de frutas

• Suco de caju



Lanche da tarde:

• Suco de Laranja

• Bolacha salgada

• Queijo branco



Jantar:

• Arroz com ervilhas

• Picadinho de carne com legumes

• Salada de alface com tomate

• Sobremesa: abacaxi

• Suco de melão


Lanches na escola... Que delícia!






É importante que os bons hábitos de casa, se mantenham na escolha dos alimentos para o lanche escolar. A família deve incentivar a criança para que seja responsável pelos próprios hábitos alimentares. A escola também deve ajudar na formação de bons hábitos alimentares.


Os lanches podem ser gostosos, variados e ao mesmo tempo saudáveis. Veja os exemplos abaixo com algumas sugestões de lanches cujas receitas estão contidas nessa cartilha:

É  só seguir o site e pegar as receitas.

http://portal.uninove.br/marketing/cartilhainfant/habito.htm



  Segunda-feira
  Bolo de laranja
  Suco de maracujá

 
  Terça-feira
  Sanduba legal
  Suco de abacaxi


  Quarta-feira
  Sanduíche Tropical
  Suco de uva


  Quinta-feira
  Brigadeiro light
  Iogurte natural com mel


 Sexta-feira
 Sanduíche surpresa
 Suco de laranja


 


Lembre-se sempre de que:


Todos os alimentos devem ser consumidos com moderação mesmo aqueles com baixas calorias: o segredo do controle de peso está em aprender a ter prazer comendo moderadamente;

Alimentos "light" podem apresentar a mesma quantidade de calorias de um alimento normal. Assim, coma os alimentos de sua preferência na quantidade certa;

Dietas milagrosas e tratamentos rápidos não irão resolver o seu problema. Você pode até perder peso, porém, será praticamente impossível controlar seu peso em longo prazo. Assim, fuja deles!

O controle de peso é conseguido quando você aprender a comer de tudo em quantidades adequadas.



HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS = PESO CONTROLADO



Mãos à obra!

Com todas estas dicas e com a sua vontade de ter uma vida saudável e equilibrada, você conseguirá!






                                   ATIVIDADES PARA O DIA MUNDIAL DA SAÚDE
                                 












































































































































OLÁ MINHAS AMIGAS!!

ESTOU POSTANDO AS FOTOS QUE TIREI HOJE
DOS MEUS ALUNOS DO 1º ANO ,COMEMORAMOS
O DIA MUNDIAL DA SAÚDE E FOI UMA FESTA!
ELES ADORARAM,PRINCIPALMENTE QUANDO
RECEBERAM AS MÁSCARAS DE FRUTAS QUE CONFECCIONEI
PARA ELES.LOGO DEPOIS SERVI  UMA BELA SALADA DE FRUTAS.
FOI MUITO DIVERTIDO E ELES AMARAM!!

BEIJINHOS!!

07/04/2011









É importante que as crianças aprendam a comer de forma correta desde cedo, pois os hábitos alimentares são formados na infância e geralmente se mantém por toda a vida. Ensinar e estimular as crianças a terem uma alimentação saudável, é também papel da escola, contribuindo para que as crianças cresçam e se desenvolvam adequadamente. Para isso, a escola precisaria oferecer aos alunos um cardápio nutritivo e variado, elaborado por nutricionistas e, nós professoras, 
oferecendo  alimentos e proporcionamos atividades lúdicas e prazerosas de aprendizado sobre alimentação saudável, possibilitando uma melhor aceitação dos alimentos nutritivos e autonomia durante as refeições, contribuindo assim para um crescimento e desenvolvimento das habilidades motoras, cognitivas, sociais e emocionais dos alunos.




Qual é o papel da escola na qualidade da alimentação das crianças e dos adolescentes?
A educação escolar tem por objetivo a formação do homem e não é possível formar um ser humano sem se preocupar com alimentação e nutrição adequadas.É importante trabalhar o tema alimentação e nutrição nas escolas tendo em vista o papel da alimentação na prevenção de doenças e na manutenção da qualidade de vida. As escolas devem oferecer alimentação equilibrada e orientar seus alunos para a prática de bons hábitos alimentares, pois o aluno bem alimentado:• Tem maior aproveitamento escolar• Tem o equilíbrio necessário para seu crescimento e desenvolvimento• Mantém as defesas necessárias para uma boa saúde.Além disso, o lanche escolar representa o consumo de alimentos fora do âmbito familiar, circunstância que o remete ao plano do “novo”. Se a esse aspecto de novidade se associar a idéia de que o que é oferecido na escola é o correto, não há como deixar de reconhecer a importância que a ótima qualidade nutricional assume na elaboração da alimentação do escolar.Um programa sério de educação nutricional, faz o caminho da escola para a casa dos alunos, influenciando os seus hábitos e os de sua família. Desta forma, os pais conseguem enxergar ainda mais a atuação da escola na formação dos seus filhos não só nas matérias curriculares, mas como indivíduos. Isto os deixa felizes.









  
FONTE:http://espacoeducar-liza.blogspot.com/
http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/alimentacao/educacaoparaasaude.htm
http://portal.uninove.br/marketing/cartilhainfant/habito.htm































































































































































0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...