Que delícia minha gente
               é mês de Festa Junina!







Festa Junina

É praticamente impossível pensar no mês de junho sem lembrar das festas juninas. Quem ainda não se contagiou pelo clima festeiro do São João?
Fogueiras, balões, bandeirinhas colorida, a quadrilha, comidas típicas como canjica, pé-de-moleque, quentão, entre outros, fazem parte dessa festa que já contagiou o Brasil todo.

O ciclo das festas juninas gira em torno de três datas principais; 13 de junho, festa de Santo Antônio; 24 de junho, São João e 29 de junho, São Pedro.

Foi então que resolvi falar um sobre esta festa tão tradicional e importante do nosso calendário


A festa junina é a segunda maior festa comemorada no Brasil perdendo somente para o carnaval. É uma festa de celebração aos três mais importantes santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio.
Veja mais detalhes sobre a festa junina

Origem da Festa junina

Segundo a história, a celebração da Festa Junina surgiu em conseqüência do solstício de verão na Europa, norte da África e Oriente Médio, período em que os povos celtas, bretões, sardenhos, bascos, persas, egípcios, sírios e sumérios realizavam rituais de fertilidade para favorecer o crescimento da vegetação e a fartura das colheitas. Apesar das celebrações serem consideradas pagãs, a Igreja Católica não poderia apagá-las da história dos povos, com isso, foram adaptadas às comemorações da festa de São João, que se originou no dia 24 de junho, dia do solstício.
O Solstício é o tempo que que o Sol, tendo chegado aos trópicos, parece "estacionário" durante alguns dias, antes de aproximar-se novamente do equador.
É o ponto da órbita terrestre em que se registra a maior diferença na duração do dia e da noite e que tem lugar nos dias 21 de junho e 21 de dezembro.
Resumindo, o Solstício de Verão, é o dia mais longo do ano, ocorrido no Verão!


As principais comidas e quitutes da festa junina

Canjica: Doce tipicamente brasileiro. Seus ingredientes são o milho, leite e açúcar. Também podemos acrescentar o amendoim e o leite-de-coco.

Pamonha: É uma comida feita de milho, típica do centro-oeste brasileiro. O milho verde é ralado e junto com essa massa é adicinado sal ou açúcar. Depois disso, a massa é colocada em "copos" feitos com a própria casca do milho, que é cozida posteriormente.
Milho cozido: Muito simples, é necessário apenas cozer e temperar o milho. Pipoca: O milho é colocado na panela, é “estourado”, temperado e servido.
Maçã-do-amor: As maçãs são mergulhadas em uma calda de açúcar, glucose e conrante vermelho, são espetadas em um palito de picolé para servir como cabo, depois que a calda seca estão prontas para serem servidas.




Curiosidades da Festa Junina


• A quadrilha é uma dança de origem francesa.
• É uma dança aristocrática que abria os bailes da Europa.
• Foi trazida ao Brasil pelos portugueses na época regencial se destacou na cidade do Rio de Janeiro.
• Antigamente, as festas juninas tinham prestígios na corte. As mulheres usavam seus vestidos mais bonitos e rodados.
• A quadrilha originou danças como cielito, perico e square dances.
• A fogueira existente em todas as festas juninas são montadas de acordo com cada santo. Para o Stº. Antônio a fogueira é quadrangular, para o São João a fogueira é em forma de pirâmide e para São Pedro ela é em forma triangular.






A fogueira é acesa pontualmente às 18h, que é o horário da Ave Maria.
• Durante as festas juninas são realizados pequenos rituais (simpatias) destinados aos santos para que estes ajudem a realizar o pedido de cada um.
• As principais e tradicionais músicas tocadas durantes as festas são as músicas do “rei do baião” Luiz Gonzaga.
• A maior fogueira de festas juninas brasileiras está no município de São Paulo chamado Pirapozinho.teja São João.

• A maioria das comidas servidas nas barraquinhas das festas são à base de milho em homenagem aos índios.
• Depois do carnaval, as festas juninas são as principais festas brasileiras.
• A maior festa de São João do mundo é realizada na cidade de Campina Grande (Paraíba).
• O nordeste brasileiro é a região que mais que mais festeja São João.




O mês de junho é marcado por festas típicas, comidas deliciosas e muita dança. ... As festas juninas são comemoradas no Brasil em homenagem a três Santos Cristãos: Santo Antônio (dia 13), São João (dia 24) e São Pedro (dia 29).



A influência portuguesa em nossa cultura, provavelmente é a razão pela qual comemoramos as datas desses Santos católicos. Porém, tal comemoração também deve ter sido influenciada por antigos povos como os celtas, os grego- romanos que praticavam rituais com fogueiras e festejos para homenagear os deuses da colheita, já que a época de junho nos países do hemisfério norte é o início do verão, época propícia para o plantio.

Costumamos montar um arraial, que é uma aldeia (temporária, pois só existe durante as comemorações), com barracas de comidas típicas do nosso país, brincadeiras, jogos, dança e muita diversão. Arraial que se preze tem fogueira, bandeirinhas para decoração, quadrilhas, baião, forró, e gente vestida de caipira (um jeito estilizado de mostrar o homem da roça) , casamento na roça e mais. Antigamente, costumava-se soltar balões nessa época do ano, mas devido os incêndios que eles podem provocar, é aconselhável se divertir com os fogos de artifício (sempre com cuidado) e com a festa em si.












Justificativa: 


Favorecer a criança quanto à ampliação de seu universo lingüístico, pois a festa junina se constitui uma temática rica onde podem ser explorados diversos tipos de linguagens.

Objetivo Específico:

Possibilitar a criança conhecer um pouco sobre uma das festas tradicionais do Brasil, seus símbolos, Santos, pratos típicos, trajes e danças. Estabelecer algumas relações entre o modo de vida característico de seu grupo social e de outros grupos.

Objetivos Gerais:

•Incentivar o trabalho cooperativo;
•Propiciar as crianças à participação em diversas brincadeiras;
•Valorizar e demonstrar atitudes de respeito ao trabalho ao homem e a vida do campo;
•Conhecer as características da festa;
•Conhecer os costumes e valorizar a tradição;
•Incentivar a apreciação pelas festas;
•Promover festa no C.E.I.

Conteúdos:

•Poemas, músicas, convites, brincadeiras, dança de quadrilha, confecções de bandeiras, degustação de pratos típicos, trajes, etc.
•Respeito e valorização da cultura de seu grupo de origem e de outros grupos;
•Participação em atividades que envolvam histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outras.

Metodologia:

•Socialização do tema e do conhecimento que cada criança possui sobre ele;
•Letras em caixa alta com nome da festa: qual letra começa, quais as letras que tem, quantas letras tem, qual a última letra do tema, etc.
•Ensaio de dança/quadrilha;
•Confecção de convites p/festa;
•Confecção de balões de papel;
•Símbolos, Santos, origem da festa; (visualização da figura dos Santos – semelhanças e diferenças);
•Cantar e dançar músicas e canções de festa junina;
•Brincar de desfile (caracterização de um casal);
•Exploração de maquiagem;
•Simular, e ensaiar casamento caipira;
•Degustação de pratos típicos: Amendoim, milho verde, batata doce, pipoca, pamonha, pé-moleque, etc.
•Jogo de bingo;
•Receitas com rótulos;
•Confecção de decoração;


•Localizar no globo os países que deram origem á festa: França e Portugal;
•Localizar no mapa Estado e cidades onde há maior concentração das festas;
•Brincadeiras de roda;
•Enfeites: Tamanho, metros, formas geométricas, quantidade de enfeites;

No pátio:

•Construir fogueira;
•Simular pular fogueira;
•Brincar de cabo de guerra; cobra cega, corrida do saco, boliche.

Na brinquedoteca:

•Confecção de docinho p/degustação: beijinho, cajuzinho, pé-moleque, maria - mole.
•Confecção de livro de receitas;
•Confecção de material de pesca;
•Confecção de cavalo e vaga, tamanho grande, com suas partes separadas, crina, rabo, patas, olhos, boca, orelhas, chifres.(), para brincadeira no dia da festa.
•Confecção de pista p/derrubar bonecos; (Jogo).

Na cozinha:

Bolo fubá, cenoura e chocolate, cachorro quente, quentão, canjica.

Recursos:

Livro recreio; CD’s, aparelho de som, papeis diversos, cola, tesoura, caixa de papelão, chapéus, maquiagem, giz cera, tinta guache, sulfit mimeografada, corda, argola, saco estopa, área, anzol, faixa tecido, jogo boliche, dardos de flecha, bolinhas plásticas, forminhas de papel, prendas e brindes, produtos para docinho, pratos típicos,

Avaliação:

Será observados, o interesse da criança, e sua participação nas atividades propostas durante o desenvolvimento do projeto e a participação na festa.


http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com




Receitas gostosas para as festas juninas



Que tal nesta tarde um delicioso Bolo de Fubá? Esta receita é especial, fácil, rápida e diferente. Ainda dá tempo de fazer para hoje! Os ingredientes são fáceis de encontrar. Quando estiver saindo do forno você vai agradecer ter feito!
BOLO DE FUBÁ COZIDO

INGREDIENTES
- 2 xícaras (chá) de fubá
- 2 xícaras (chá) de leite
- 2 xícaras (chá) de açúcar
- 3/4 da xícara (chá) de óleo
- 4 gemas
- 100 g de coco ralado
- 4 claras em neve
- 2 colheres (café) de fermento em pó
- 200 g de goiabada cortada em cubos
- 1 colher (café) de açúcar refinado misturado com canela a gosto

MODO DE PREPARO:
Misture o fubá, o leite, o açúcar e o óleo em uma panela e coloque em fogo médio por 10 minutos, mexendo sem parar, até virar um mingau bem cozido.
Retire do fogo, deixe esfriar. Assim que ficar frio acrescente as gemas e o coco ralado e mexa novamente
Adicione delicadamente as claras em neve, o fermento e os cubos da goiabada. Misture tudo, despeje em uma fôrma untada e enfarinhada e leve ao forno quente por cerca de 30 a 40 minutos, ou até que, enfiando um palito, ele saia seco.
Retire do forno e polvilhe açúcar e canela.
Rendimento: 12 porções
Daniela Meira - produtora de culinária Mais VocêReceitas para as festas juninas


Receita de quentão – festa junina


Festa junina sem quentão não é festa junina não mesmo? rss o quentão faz parte de todo o processo de animação de arrumar um arraiá pra lá de alegre e  animado !
Atendendo a alguns pedidos que recebi por e-mail estou postando a receita do quentão aquele tipico feito em festa junina tradicional !
Uma receita super fácil de fazer e deliciosa pra aquecer as noites de frio .
Ingredientes
3 garrafas de água fervida
3 xícaras (chá) de açúcar
3 colheres(sopa) de mel ou melado
2 colheres (chá) de erva-doce
5 cabeças de cravo
4 paus de canela
Modo de Preparo
Ferver os ingredientes acima durante 10 minutos.
Retirar do fogo, coar e acrescentar 3 garrafas de cachaça boa. Se esfriar, chegar ao fogo par esquentar.
Servir bem quente, em copinhos ou tigelinhas.
Dica: se gostar, colocar um pedaço de gengibre para ferver junto.


cajuzinho...humm

 Ingredientes:
500 g de amendoim se casca torrado e triturado
1 coco ralado médio
2 xícaras (chá) de açúcar refinado
2 ovos 

 Modo de Preparo: 
Coloque todos os ingredientes em uma panela (reserve alguns amendoins para decorar) e leve ao fogo. Deixe cozinhar, mexendo sempre, até desprender da panela. Retire do fogo, coloque em um refratário e deixe esfriar. Enrole os cajuzinhos e passe-os no açúcar. Coloque-os em cestinhas de papel e decore com o amendoim. 


Pé-de-moleque Fácil

Ingredientes:
3 xícaras de amendoim cru sem casca
2 xícaras de açúcar
2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio 

 Modo de Preparo: 
Lave o amendoim e escorra. Coloque em uma panela o açúcar e os amendoins, misture bem e leve ao fogo misturando delicadamente. Quando o açúcar começar a ficar com um tom dourado, acrescente o bicarbonato. Retire do fogo e misture muito bem. Despeje em um tabuleiro untado e, assim que começar a endurecer, corte os quadradinhos de pé-de-moleque. 



Vinho quente

Ingredientes:

açúcar a gosto
casca de 1 laranja média
3 colheres (sopa) de suco de limão
1 xícara (chá) de suco de laranja
5 cravos-da-índia
1 litro de vinho tinto seco
2 pedaços de canela em pau 

 Modo de Preparo: 
Em uma panela grande, coloque o vinho, a casca e o suco de laranja, o suco de limão, a canela e os cravos e leve ao fogo. Assim que levantar fervura, acrescente o açúcar; deixe por mais 5 minutos e retire do fogo. Deixe o vinho quente descansar por 1 hora em um recipiente tampado. No momento de servir, esquente-o novamente. 






Bolo de milho verde

Que tal fazer um delicioso bolo de milho verde para animar o “pessoar” de casa???
Você vai precisar de:
  • 2 latas de milho em conserva (400g),
  • ½ xícara (chá) de óleo,
  • 1 lata de leite condensado,
  • 3 ovos inteiros,
  • 1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo,
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó,
  • Manteiga para untar e
  • Farinha de trigo para polvilhar
É muito simples o preparo: bata no liquidificador o milho, depois peneire. Coloque novamento no liquidificador e junte o óleo, o leite condensado e os ovos e bata. Depois despeje em uma tigela, acrescente a farinha e misture até que fique homogêneo. Por último, acrescente o fermento, sempre misturando.
Unte a forma com a manteiga e enfarinhe. Despeje a massa do bolo e asse em forno médio, para alto, pré-aquecido, por cerca de 40 minutos. Uma dica para verificar se o bolo está pronto é enfiar um palito na massa e se o palito sair sequinho, está assado.
Para decorar a mesa use as palhas do milho e coloque o bolo em cima. Fica lindo!
E para que o bolo fique ainda mais gostoso, polvilhe açúcar em cima dele depois de assado.



Queijadinha de tabuleiro deliciosa

Ingredientes:2 copos de açúcar
½ litro de leite
4 ovos100g de queijo ralado100g de coco ralado2 colheres (sopa) bem cheias de farinha de trigo
1 colher (sopa) de manteiga

Preparo:
Bata no liquidificador: o açúcar, o leite, os ovos, o queijo ralado, o coco ralado, a farinha de trigo e a manteiga. Despeje a mistura na assadeira bem untada e levar ao forno pré-aquecido até dourar, aproximadamente 30 minutos. Desenforme frio. Corte em quadradinhos e polvilhe com açúcar.



Bolo de cascas de banana

Ingredientes:
cascas de 06 bananas
01 xícara de óleo
03 ovos0
2 xícaras de açúcar
01 xícara de farinha de trigo
01 xícara de farinha de milho
01 colher (sopa) de fermento
Modo de preparo:Pique as cascas e bata no liqüidificador com o óleo e os ovos.Misture o açúcar, a farinha de trigo, a farinha de milho e o fermento.Coloque em uma assadeira untada com óleo e leve ao forno pré aquecido a 250°C por cerca de 45 minutos.



Paçoca fácil

Ingredientes:
1/2 kg de amendoim torrado e moído
1/2 kg de biscoito maizena triturado no liquidificador
2 latas de leite condensado
2 colheres de chocolate em pó

Preparo:Misture todos os ingredientes e coloque
em um tabuleiro retangular. Alise bem.
Cubra com papel alumínio e deixe na geladeira por 1 hora.
Corte em quadradinhos.




Cocada amarela

Ingredientes:


1 coco grande ralado
1/2 kg de açúcar
10 gemas de ovo
1 copo de leite (300 ml)
1 colher (sopa) de manteiga

Modo de Preparo:
Leve ao fogo o açúcar e a metade do leite. Assim que ferver, acrescente o coco e misture bem. Bata levemente as gemas e misture ao leite restante. Despeje lentamente na panela sem parar de mexer.
Cozinhe mexendo sempre por 5 minutos em fogo forte, abaixe o fogo e cozinhe até dar o ponto. Retire do fogo e acrescente a manteiga. Misture bem. Deixe esfriar e sirva.




                                                       ATIVIDADES

































































































FONTE:
hthttp://receitasdetodososdias.blogspot.com/tp:/

/lo


- 8 colheres (sopa) de açúcar

- 12 colheres (sopa) de leite em pó integral
f 5 paus de canela



















Preparo:
Escolha a canjica. Cubra de água e deixe de molho durante a noite. Jogue fora a água do molho e coloque os grãos da canjica em uma panela de pressão com a água. Feche a panela e leve ao fogo alto até apitar. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 50 minutos. Desligue o fogo. Adicione o açúcar e o leite em pó. Misture bem até dissolver. Acrescente o cravo e a canela. Leve a panela ao fogo baixo, mexendo sem parar, até que a mistura ferva.
Dicas:
- O leite em pó dissolverá muito mais facilmente se for misturado ao açúcar antes de ser acrescentado ao caldo quente da canjica.
- 250 g de canjica
- 2 litros de água filtrada
- 8 colheres (sopa) de açúcar
- 12 colheres (sopa) de leite em pó integral
- 5 paus de canela
- 5 cravos
Preparo:
Escolha a canjica. Cubra de água e deixe de molho durante a noite. Jogue fora a água do molho e coloque os grãos da canjica em uma panela de pressão com a água. Feche a panela e leve ao fogo alto até apitar. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 50 minutos. Desligue o fogo. Adicione o açúcar e o leite em pó. Misture bem até dissolver. Acrescente o cravo e a canela. Leve a panela ao fogo baixo, mexendo sem parar, até que a mistura ferva.
Dicas:
- O leite em pó dissolverá muito mais facilmente se for misturado ao açúcar antes de ser acrescentado ao caldo quente da canjica.

1 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

E o mais bonito
destas festas,
é a alegria simples
que nasce
dos que dela participam
ou contemplam.

Muito perfeita
esta postagem.
Sentimentos e cuidados
semeados com a paixão
da vida.

Vida plena em teus dias.

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...